quarta-feira, 31 de dezembro de 2008


Lisboa - Travessa Dom Vasco - pormenor de uma porta que resiste
com votos de um Bom Ano de 2009 (o que não se afigura fácil de conseguir)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

a Baixa para os Chineses


Lisboa - zona da Baixa
...o pessoal não esquece a Zézinha Nogueira Pinto

domingo, 28 de dezembro de 2008


Lisboa - publicidade no período de Natal...nem a Praça do Comércio escapa

sábado, 27 de dezembro de 2008

(5) Jardim aos pés do Miradouro de S. Pedro de Alcântara


Lisboa - jardim aos pés do Miradouro de S. Pedro de Alcântara, com Sé Velha e Tejo ao fundo

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008


Lisboa - pormenor da iluminação natalícia na Rua Augusta

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

o Cais das Colunas está de volta


Lisboa - Cais das Colunas (ao Terreiro do Paço)

sábado, 20 de dezembro de 2008


Sintra - Palácio Nacional de Sintra - fonte interior

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008


Sintra - Palácio Nacional de Sintra - escada de caracol (interior)

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

(12) Rua do Jardim à Estrela


Lisboa - Rua do Jardim às Estrela - "cada cor seu paladar"

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

(11) Rua do Jardim à Estrela


Lisboa - Rua do Jardim à Estrela - black & wite com caracol

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

aguadeiro da Lisboa antiga


Lisboa - Mãe d' Água das Amoreiras - aguadeiro

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Cacho de uvas em café-bar de Lisboa


Lisboa - Largo do Rato - detalhe do interior de um café/bar

domingo, 14 de dezembro de 2008

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Cemitério Alemão em Lisboa


Lisboa - Rua do Patrocínio - sabiam que existia?
ver aqui:
Mais tarde, e até 1820, no cemitério anglo-holandês, nas traseiras do Jardim da Estrela. Em 1821, o abastado comerciante Nicolaus Berend Schlick, oriundo de Lübeck, doou à comunidade evangélica alemã um terreno com perto de 3.000 m2 de área, naquele que é hoje o bairro de Campo de Ourique. Ali se inaugurou solenemente, a 25 de Janeiro de 1822, o primeiro (e mais pequeno) cemitério municipal, o "cemitério alemão".Sendo embora propriedade legal da Igreja Evangélica Alemã de Lisboa (DEKL), acolhe como última morada tanto os alemães, sejam protestantes, católicos ou judeus, como também portugueses casados com alemães. A pequena capela ostenta um quadro a óleo do doador cujo sarcófago se encontra na encruzilhada de dois caminhos com bonita calçada à portuguesa. Um local de tranquilidade e recolhimento, cuidadosamente mantido - eis como o Cemitério Alemão é considerado pela colónia alemã e pelos numerosos visitantes do país e do estrangeiro. Simultaneamente, é a história, esculpida em pedra, daquela que provavelmente será a segunda mais antiga comunidade protestante no exterior da Alemanha. Comerciantes, conselheiros reais, médicos, escritores, escultores e numerosos diplomatas encontraram aqui a sua última morada.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008


Lisboa - Basílica da Estrela - interior da cúpula

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

(9) Travessa do Jardim


Lisboa - Trav. do Jardim (à Estrela)
quase auto-retrato...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

domingo, 7 de dezembro de 2008

sábado, 6 de dezembro de 2008


Sintra - Rua Consigileri Pedroso
Fonte a caminho da Quinta da Regaleira

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Casa de Goa em Lisboa




Aqui fica a bandeira da "Casa de Goa" em Lisboa (na Calçada das Necessidades), num gesto simbólico de solidariedade após estes dias dificeis que se viveram na Índia em comsequeência da acção do terrorismo internacional.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

(7) Campainha "ecológica"


Lisboa - Rua da Correnteza de Baixo (às Necessidades)

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

(3) Reatauração da Independência


Lisboa - Praça dos Restauradores
Praça dos Restauradores em festa, na passagem de mais um aniversário da data em que pusemos fim ao domínio da monarquia espanhola e foi restaurada a independência de Portugal (1 de Dezembro de 1640).