segunda-feira, 25 de agosto de 2008

(10) "Contrabandistas", nome de Rua




Lisboa - Rua e Beco dos Contrabandistas
Freguesia: Prazeres
Início do Arruamento em: junto n º 17, do Beco dos Contrabandistas
Fim do Arruamento em: Rampa das Necessidades
Data de Deliberação Camarária: 11/05/1887
Data de Edital: 18/05/1887

Historial:
Foi fixado na memória de Lisboa em data que se desconhece. No entanto, podemos afirmar com segurança que o topónimo é anterior a 18/05/1887 já que por Edital municipal dessa data foi atribuida a designação de Rua dos Contrabandistas à artéria que se inicia junto do n º 17 do Beco dos Contrabandistas e que era vulgarmente designada por Beco dos Contrabandistas ( de acordo com a inf. nº 8125 da Rep. de Urb. e Expropriações de 27/11/57, a fls. 3 do processo nº 50786/1957). A única referência encontrada num olisipógrafo sobre esta artéria é de Norberto Araújo (Peregrinações em Lisboa, vol.IX, pp.15): «Êste prédio da esquina da Praça da Armada - edifício velhíssimo, podre, também do património do Estado - desde longos anos tem servido de aquartelamento . Até Abril de 1922, esteve aqui o 3º esquadrão da Guarda Republicana; hoje serve de depósito de material do aquartelamento da mesma Guarda. Encostam-se-lhe modestos casebres de Alcântara velha, e a norte corre o pequeno Largo dos Contrabandistas, com suas casitas de um pitoresco côr de rosa do princípio de oitocentos, e superiormente, na Travessa do sacramento, um renque de habitações uniformes que pertenceram à Casa Real.»

Vejamos ainda o que o site da CMLIsboa nos dias sobre o modus faciendi para a atribuição do nome das artérias da capiltal:

"Em Lisboa, os nomes das ruas são atribuídos mediante proposta aprovada em sessão da CML.Esta proposta tem de ter antes o parecer favorável da Comissão Municipal de Toponímia, após auscultação da opinião da Junta de Freguesia respectiva.Sempre que a CML inaugura um novo arruamento, publica uma brochura que conta a história da figura, facto, instituição ou tradição local que está a ser homenageada na toponímia de Lisboa."

Será que entendi bem? Em Lisboa homenageiam-se os contrabandistas?

Penso que vai sendo tempo de alterar o nome destas artérias.

Quem lá reside, e eu falei com com alguns, não terá motivos para se sentir confortável ao exibir este nome no seu endereço pessoal...

3 comentários:

Vira Vento disse...

Gosto, francamente, do teu espaço.
É que não tenho mais a dizer..

Francamente, gosto.

Estimo continuação de bom serão.

Abruxo disse...

Obrigado pela visita...e, já agora, também é agradavel saber que há quem goste.
Já somos dois...

Unknown disse...

Nao apaguem a memoria! A designacao dos arruamentos esta ( deve estar ) intimamente ligada a vida concreta do espaco, dos acontecimentos, dos seus habitantes. Sou proprietario e locador de imovel situado na Rua e Beco e conheco a historia do espaco e, ate, algo da sua arqueologia. Espero que a CML nao ceda a modernices e respeite a alma da cidade.
Jaime Conde